quinta-feira, outubro 23, 2008

Assunto nada a ver

Mas eu tenho achado esse caso da menina que o namorado matou em Santo André a cara do Brasil.

- É policial com pena de sequestrador (um dos argumentos dos policiais envolvidos na operação de porque não simplesmente atiraram na cabeça do tal do Lindemberg é que a 'sociedade ficaria contra a polícia nesse caso')

- Refém voltando para o cativeiro

- Bomba que não consegue arrebentar uma porta com uma cômoda na frente (Eu fico imaginando a cara do policial depois da explosão: "Ó, não abriu.")

- O pai da menina é foragido da polícia,

- Outra: os transplantados com os órgãos da menina se transformam em pseudo-celebridades. Eu não duvido, não duvido, se tiver uma moça com menos de 25 anos e até 50 quilos entre eles, que ela não apareça na capa de uma revista masculina da vida.

- Agora, parece que eles descobriram que os policiais que fizeram a negociação por mais de 100 horas, não poderiam ter feito isso. Era obrigação de outra unidade da polícia. (Eu fico pensando se "a outra equipe" não se perguntou: ué, não era a gente que deveria estar lá? Por que eles não foram até o cativeiro e tomaram conta do caso? Eles não lêem jornal?)

É muito surreal. Não parece roteiro dessas novelas sensacionalistas da Globo tipo 'A Favorita'?

Só que na novela é de mentirinha e nenhuma menina de 15 anos perde a vida tão sem motivo. É tão triste e trágico que não dá nem pra ser cômico. :-(

3 comentários:

Kenji disse...

ainda bem que o nélson rodrigues não é vivo. ele ia ter dificuldades em escrever nos dias de hj. ;-)

Yuri disse...

Surreal? Surreal é o PRIMO do cara assumir o perfil dele e usar pra fazer propaganda de delivery (tiraram do ar há pouco)

http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=3420031139196777608

CyntiaBeltrão disse...

Um amigo nosso lembrou Mark Twain:

"Fiction is obliged to stick to possibilities. Truth isn't."